Entendendo o impacto de fatores antrópicos e climáticos sobre a evolução de paisagens amazônicas

Ciências da Vida

Embora a Amazônia seja um regulador do clima sul-americano, ainda sabemos pouco sobre os fatores que intervieram na formação e manutenção deste bioma tão biodiverso, principalmente na escala dos últimos milhares de anos. Nossas perguntas fundamentais são: Qual o impacto das sociedades humanas sobre a biodiversidade da Floresta Amazônica ao longo dos últimos milênios? Qual a importância relativa de legados antrópicos e climáticos sobre a evolução das paisagens amazônicas?

Aproveitando a infra-estrutura de coletas que estão sendo realizadas nas escavações arqueológicas de sambaquis amazônicos (sítios arqueológicos caracterizados pelo acúmulo intencional de conchas), nossa ideia é desenvolver uma abordagem amostral multi e interdisciplinar de plantas (fitólitos, pólen, macro-restos de plantas como sementes), moluscos, fauna vertebrada e sedimentos em alguns pontos de sambaqui. Partindo do levantamento de da biodiversidade de plantas ao redor dos sambaquis, nós pretendemos tecer uma comparação multi-escala com os dados disponíveis de outras áreas do bioma amazônico para entender possíveis mudanças nos padrões de biodiversidade ao longo do tempo. Aliado a esse levantamento, serão buscadas, nos mesmos sítios, evidências de mudanças climáticas com foco na precipitação. Conhecer os padrões de precipitação permitirá discriminar os possíveis efeitos das pressões naturais e antrópicas sobre a paisagem.

Recursos investidos

Grant 2022: R$ 31.915,00