Camp Serrapilheira debate como estimular interesse pela ciência

Fundadores do MICRO e do podcast Science Vs. participaram da discussão

Debate entre Science Vs. e MICRO, mediado por Branca Vianna. Foto: Filipe Costa/ Agência Rastro

Lavinya Andrade

Mediado por Branca Vianna, presidente do Conselho Administrativo do Instituto Serrapilheira, o segundo debate do Camp Serrapilheira nesta terça-feira (4) abordou como estimular o interesse da população por questões científicas.

Os participantes foram Amanda Schochet e Charles Philipp, fundadores do MICRO, que cria minimuseus interativos itinerantes, e Kaitlyn Sawrey, criadora do Science Vs, podcast que confronta opiniões comuns com dados científicos.

Para o MICRO, foi preciso conciliar o incentivo à ciência com a disponibilidade de espaço. “Quando estávamos idealizando o que seria o museu, cogitamos diversas possibilidades. Por conta da falta de espaço e de estarem dispostos em lugares com muito movimento, seria complicado projetar museus horizontais”, explicou Philipp.

Mas essa não é a única razão para os pequenos museus itinerantes serem verticais. Segundo Schochet, o design tem como meta a promoção de uma experiência social.

“Como não têm acesso às partes mais altas, as crianças pedem ajuda aos adultos para visualizar e entender os conceitos. Famílias aprendem juntas.”

No rádio, há menos preocupação sobre a questão espacial. “Uma das melhores coisas do rádio é que não precisa de muito equipamento, muitos recursos. Somos uma equipe de oito pessoas”, disse Sawrey.

Devido ao local em que estão expostos, a estrutura dos minimuseus foi desenhada para ser facilmente reparada. O MICRO contrata pessoas para circular onde os museus estão e fazer relatórios sobre a audiência. “Nós passamos um tempo stalkeando”, brincou Schochet.

No futuro, os fundadores do MICRO esperam que pequenas comunidades possam usar a plataforma para contar suas histórias. “Também está nos nossos planos abordar ciências sociais, misturadas, de alguma forma, às ciências exatas e naturais”, disse ela.

Sobre os assuntos para o podcast, Sawrey foi sucinta. “Não precisa ser um tema grande para ser relevante. No Science Vs., onde as pessoas têm opiniões fortes, nós queremos estar.”

Camp Serrapilheira

Lançado em abril, o programa incluiu edital para selecionar iniciativas brasileiras de divulgação científica a ser potencialmente patrocinadas pelo Instituto em 2019. Na primeira fase do Camp, 50 candidatos escolhidos apresentam seus projetos e participam de workshops com os representantes da Curiosity Machine, do Perimeter Institute, do MICRO e Science Vs, destas quarta-feira (5) a sexta-feira (7), em evento fechado no Museu do Amanhã. Em seguida, até 20 dos candidatos serão selecionados para receber até R$ 100 mil de financiamento.