‘Matemática é uma herança cultural’

Em palestra pública apoiada pelo Serrapilheira no ICM, português Rogério Martins, do canal “Isto é matemática”, mostrará como a disciplina está presente em situações corriqueiras

O criador do canal “Isto é matemática”, Rogério Martins. Imagem: reprodução/ Youtube

Clarice Cudischevitch

Qual é a forma mais segura de se dividir um segredo? Por que somos simétricos? Como o Google “googla”? Um canal no Youtube responde a todas essas perguntas com base em uma área do conhecimento – a matemática – e usando recursos curiosos: as ruas de Portugal. Criador do canal “Isto é matemática”, Rogério Martins participará em 8 de agosto do Ciclo IMPA-Serrapilheira de palestras públicas, durante o Congresso Internacional de Matemáticos (ICM), no Rio de Janeiro. Realizado de quatro em quatro anos, o ICM é o mais importante evento da matemática mundial e pela primeira vez acontecerá em um país do Hemisfério Sul.

O programa, exibido pela primeira vez em 2012 na rede de TV portuguesa SIC Notícias, já tem 11 temporadas e quase 150 episódios. Professor da Universidade Nova de Lisboa, Martins apresenta, de forma bem-humorada, como a matemática vai muito além da escola. “Mostramos onde ela está no dia a dia”, conta. As gravações são externas e feitas em cenários que expõem a aplicação do tema de cada capítulo, sejam pontes, torres ou bancos, listras da pelagem de gatos ou futebol.

“Temos uma série de heranças culturais: literatura, cinema… A matemática é mais uma herança cultural”, disse o português. “Gosto de combater essa falsa dicotomia entre o mundo da ciência e o mundo da cultura porque, na verdade, ciência é cultura. A matemática é uma área que é interessante por si só, não só porque é ensinada nas escolas. Para conhecer as obras de Mozart ou de Shakespeare, faz sentido entender a matemática presente nelas.”

O “Isto é matemática”, que chegou a ficar dois anos no ar no canal de notícias, atraía uma audiência grande, composta tanto por adultos, os espectadores usuais da rede de televisão, quanto por crianças. “O programa é muito utilizado nas escolas, apesar de não ser um produto pedagógico. Não é um material didático”, comenta Martins. Atualmente, os episódios são lançados no canal do Youtube, que conta com quase 11 mil seguidores.

Ele escreve os episódios junto com Tiago DaCunha Caetano, humorista e roteirista de televisão, que não tem formação científica. “Ele acaba sendo o primeiro crítico do programa; quem assiste como qualquer outra pessoa e que tem que compreender”, destaca Martins, que fez toda a carreira como professor e pesquisador. “Sempre dividi meu tempo entre ensinar matemática para futuros engenheiros e a pesquisa na área de equações diferenciais e sistemas dinâmicos, muito forte no Brasil.”

O “Isto é matemática” agora lançou sua versão em livro. “Em um mês e meio, já entramos na segunda edição. Está sendo um sucesso”, comemora.

Agora, é a vez do português mostrar aos brasileiros como a matemática está presente nas situações mais corriqueiras da vida. A palestra, gratuita e aberta ao público, acontece no dia 8 de agosto, às 15h30, no Riocentro, Rio de Janeiro. O Ciclo IMPA-Serrapilheira realiza, ainda, outras quatro palestras, nos dias 2, 3, 6 e 7 de agosto. Confira a programação aqui.

Para fazer sua inscrição, que é obrigatória, clique aqui.

O Congresso Internacional de Matemáticos (ICM, na sigla em inglês) será de 1º a 9 de agosto, no Rio de Janeiro.