Alexandre Souza

Física

Alexandre Bergantini de Souza é um matemático formado na Universidade do Vale do Paraíba que, curiosamente, começou a sua carreira acadêmica pelas ciências sociais. Na mesma universidade, também concluiu seus estudos de mestrado e doutorado em física e astronomia. Souza já foi pesquisador-visitante em duas instituições: The Open University, no Reino Unido, e Universidade do Havaí, Estados Unidos. O matemático também fez dois períodos de pós-doutorado na instituição havaiana. Com particular atenção às moléculas do meio  interestelar, seu estudo busca replicar estas moléculas e reproduzir a exposição de radiação solar que elas sofrem. 

Fanático por motocicletas, Souza encontra tempo para ponderar sobre filosofia e astrofísica sempre que está na garupa de uma moto. Professor do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, no Rio de Janeiro, ele também é fanático por preparar suas próprias pizzas. Sua rotina é compartilhada com uma sábia felina. 

Projetos

Investigação em laboratório sobre a síntese de moléculas orgânicas complexas por radiação ionizante no meio interestelar
Ciência / Física

Quais são, e como são sintetizadas, as moléculas orgânicas complexas encontradas no Meio Interestelar? E por que isso importa? Aliás, o que é o Meio Interestelar mesmo? Bem, o Meio Interstelar é o espaço entre as estrelas de uma galáxia que, apesar de ser quase absolutamente vazio, na verdade contém gases em baixa densidade, grãos de poeira congelados – sobre os quais se formam gelos de água, metanol, monóxido de carbono, amônia, entre outras espécies mais raras – além de radiação na forma de fótons e de partículas emitidas por estrelas, buracos negros supermassivos, etc. Portanto, a minha pesquisa busca reproduzir estes grãos de poeira congelados e em observar os fenômenos decorrentes da exposição de tais gelos à radiação ionizante. Já sabemos que espécies químicas ligadas ao surgimento da vida na Terra na verdade são oriundas deste tipo de fenômeno, que ocorreu antes mesmo do Sistema Solar ter sido formado, quando ele era apenas uma nuvem molecular, perdida na vastidão do espaço.

Recursos investidos

R$ 100.000,00

Instituições

  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca
  • Temas
  • estrelas
  • Galáxias
  • Meio Interestelar
  • radiação ionizante