Documentário sobre mulheres matemáticas tem versão final lançada

Clarice Cudischevitch

Foi lançada a versão final do documentário “Journey of women in mathematics”, que retrata as dificuldades relacionadas ao gênero enfrentadas por mulheres matemáticas em um meio majoritariamente masculino. Sua estreia mundial aconteceu em julho de 2018, no Encontro Mundial para Mulheres em Matemática, o (WM)², que teve apoio do Instituto Serrapilheira.

Produzido pelo Comitê para Mulheres em Matemática (CWM) da União Matemática Internacional (IMU) em parceria com a Simons Foundation, o filme foi realizado em duas etapas. A primeira conta as trajetórias das pesquisadoras Neela Nataraj (Índia), Aminatou Pecha (Camarões) e Carolina Araujo (Brasil). A segunda, filmada durante o (WM)², deu voz a outras matemáticas presentes no evento, oriundas de mais de 50 países.

O (WM)² foi um evento-satélite do Congresso Internacional de Matemáticos (ICM 2018). Além de apoiar sua realização, o Serrapilheira patrocinou a participação de 21 mulheres negras e pardas, tanto no (WM)² quanto no ICM. Eram professoras, mestres, doutoras e estudantes de graduação da área, selecionadas pelo comitê organizador do evento. A diversidade que marcou o encontro foi destacada na versão final do documentário.

“Os organizadores de eventos e palestrantes são 90% homens. Desencorajando mulheres, perdemos talentos que podem contribuir para a pesquisa”, afirma no documentário a pesquisadora da área de geometria algébrica Carolina Araujo, pesquisadora do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

O blog Root of Unity, da revista Scientific American, destacou a versão final do documentário “Journey of women in mathematics”. O texto elogia a produção por lembrar do fato de tão poucas histórias de mulheres na Matemática serem conhecidas.

“Todas as três mulheres contam suas histórias como pessoas que equilibram os aspectos da vida, e não apenas como matemáticas. Eles têm famílias para cuidar e facilitam a construção de comunidades para mulheres em matemática em seus países”, afirma o texto da matemática e escritora Evelyn Lamb.

O documentário pode ser conferido no Youtube.