Perimeter engaja professores na divulgação científica

Instituto canadense foi um dos protagonistas do primeiro dia do Camp Serrapilheira

Greg Dick, do Perimeter Institute. Foto: Filipe Costa/ Agência Rastro

Clarice Cudischevitch

“A sociedade tem sede pelo conhecimento, só precisamos criar oportunidades.” É nisso que acredita Greg Dick, diretor de divulgação científica do Perimeter, instituto de pesquisa de excelência em física teórica do Canadá. Ele foi um dos palestrantes do dia público do Camp Serrapilheira, que acontece nesta terça-feira, 4, no Museu do Amanhã, Rio de Janeiro.

O Perimeter tem como objetivo não apenas a pesquisa, mas também a promoção da divulgação científica por meio de ações direcionadas ao público em geral, estudantes e professores. O ambiente é propício: no Canadá, 93% da população são interessados por ciência, mas apenas 42% têm conhecimento suficiente para engatar uma conversa sobre os assuntos científicos que veem no noticiário.

Greg Dick apresentou diversos programas pelos quais o Perimeter busca engajar mais pessoas na ciência e, assim, fortalecer a cultura científica no país. Um deles é o Inspiring Future Women in Science. “Antes do programa, 73% das participantes consideravam seguir uma carreira em STEM [disciplinas que abrangem ciência, tecnologia, engenharia e matemática]; depois, esse índice subiu para 93%.”

Uma das linhas de atuação mais fortes do Perimeter é a capacitação de professores para ensinar tópicos de física moderna por meio de recursos inovadores – por exemplo, explicando conceitos de mecânica quântica por meio do GPS. Esses recursos já foram utilizados em salas de aula de 85 países, mais de 10 milhões de vezes. “Compartilhar está no DNA do Perimeter.”

Outra iniciativa do instituto foi a Youtubers Un-Conference, realizada em 2012. Foi uma reunião de youtubers de ciência, com o propósito de que esses divulgadores passassem dois dias conversando, sem exigências de que chegassem a resultado algum. “Às vezes, mesmo sendo difícil, temos que assumir o risco e dar esse espaço.” Ainda assim, esses youtubers, que antes somavam 5 milhões de visualizações nos vídeos, agora chegaram a 6 bilhões.

Camp Serrapilheira

Lançado em abril, o programa incluiu edital para selecionar iniciativas brasileiras de divulgação científica a serem potencialmente patrocinadas pelo Instituto em 2019. Na primeira fase do Camp, 50 candidatos escolhidos apresentarão seus projetos e participarão de workshops com os representantes da Curiosity Machine, do Perimeter Institute, do Micro e Science Vs, de 5 a 7 de setembro, em evento fechado no Museu do Amanhã. Em seguida, até 20 dos candidatos serão selecionados para receber até R$ 100 mil de financiamento.