A floresta sensível | Museu Goeldi

Divulgação científica / Educação

A relação dos povos tradicionais da Amazônia com os animais, plantas e a vida social e ritual são estruturados a partir de sua relação sensorial com a natureza. Inspirado por essa sabedoria, o projeto “A Floresta Sensível”, coordenado pelo antropólogo e pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi, Glenn Shepard Jr., busca trabalhar os sentidos de olfato, sabor, tato e audição na divulgação científica. Em contato direto com a fauna, flora e outros seres das florestas, o público irá interagir com instalações museográficas em espaços internos e externos do Parque Zoobotânico do Museu Goeldi. O objetivo é desenvolver a divulgação científica a partir de abordagens sensoriais sobre as percepções indígenas e de populações tradicionais da floresta amazônica.

Recursos investidos

Grant 2019: R$ 100.000,00
  • Temas
  • amazônia
  • divulgação científica
  • museu
  • pesquisa científica