01/06/2020 07:02

Veja números da 3ª Chamada Pública de Apoio à Ciência

  • Chamadas Públicas

Análise estatística mostra aumento da proporção de selecionados no Nordeste e Centro-Oeste, mas segue com baixa frequência de pessoas negras

 

Na última sexta-feira, 29 de maio, divulgamos o resultado final da 3ª Chamada Pública de Apoio à Ciência, que selecionou 23 novos pesquisadores nas áreas de ciências naturais, ciência da computação e matemática. Os projetos, que receberão até R$ 100 mil, cada, foram escolhidos entre 488 propostas. Confira a seguir alguns dados relativos aos selecionados.

Os novos grantees representam quatro das cinco regiões do país, com prevalência da região Sudeste (61%) e Sul (17%). Em comparação com a 2ª Chamada Pública de Ciência, houve aumento de cinco pontos percentuais no número de pesquisadores do Nordeste (13%) e nove pontos percentuais no caso do Centro-Oeste (9%).

A área de ciências da vida foi, mais uma vez, a que representa o maior número de selecionados – 39%. Confira abaixo o gráfico com a distribuição de novos grantees por área de conhecimento na 3ª Chamada:

Em relação à distribuição por gênero, cresceu para 30% o número de mulheres selecionadas. A presença feminina é mais forte nas áreas de ciências da vida e geociências, mas também estão presentes em matemática e química, áreas comumente dominadas por homens. Na física e na ciência da computação, no entanto, não houve selecionadas do gênero feminino.

Quanto ao perfil racial, 65% dos selecionados se autodeclararam brancos, seguidos das categorias “Outros” (22%), “não quiseram informar” (9%) e “pessoas negras” (4%). Buscando, justamente, contribuir para mudar esse cenário de baixa diversidade na ciência, o Serrapilheira lançou, em 2019, o “Guia de boas práticas em diversidade na ciência”, elaborado por especialistas no tema.


Os cientistas contemplados com o apoio de R$ 100 mil passam a integrar a Comunidade Serrapilheira e são reavaliados após um ano. A partir daí, até três terão o apoio renovado e receberão até R$ 700 mil, com bônus de R$ 300 mil para composição e formação de equipes com diversidade. Os recursos poderão ser utilizados por três anos.

  • Temas
  • apoio
  • ciência
  • grant
  • mulheres
  • negros
  • resultado
  • Selecionados