Tiago Jalowitzki

Geociências

Tiago Jalowizki é mestre e doutor em geociências, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde também fez a graduação em geologia. Passou pela Universidade de Tókio, realizando parte dos seus estudos de doutoramento. 

Acostumado às profundezas, Tiago estuda uma rocha de difícil obtenção. Sua investigação busca descrever como a Terra era um bilhão de anos atrás. Para tanto, Tiago examina minerais e rochas do manto, uma camada geológica que está a mais de 30 km de profundidade. Essas rochas só podem ser obtidas nas raras ocasiões em que um vulcão entra em erupção e expele esses minerais. 

Projetos

Origem e evolução geoquímica, geocronológica e isotópica de fragmentos continentais e oceânicos do manto superior brasileiro
Ciência / Geociências

Este estudo almeja fornecer informações valiosas e inéditas sobre a natureza e a evolução geoquímica do manto superior de diferentes ambientes tectônicos no Brasil. Para isso, propõe-se a determinação de dados de química mineral, estimativas de pressão e temperatura, geoquímica isotópica e idades. A pesquisa é desenvolvida a partir de três regiões de interesse onde foram coletados fragmentos intrínsecos do manto superior, os xenólitos mantélicos. São elas: a ilha vulcânica de Fernando de Noronha, em Pernambuco (litosfera oceânica), a intrusão kimberlítica Carolina, em Rondônia (litosfera continental cratônica), e a intrusão kimberlítica Canastra-1, em Minas Gerais (litosfera continental em uma faixa móvel). Assim, queremos esclarecer se essas regiões registram a contribuição de anomalias térmicas, possivelmente associadas à fragmentação de supercontinentes e à abertura do Oceano Atlântico Sul. Além disso, espera-se elucidar se zonas de subducção (áreas de convergência de placas tectônicas) antigas contribuíram com a heterogeneidade litológica e química do manto destes locais.

Recursos investidos

R$ 100.000,00

Instituições

  • Universidade de Brasília
  • Temas
  • evolução geoquímica
  • magma
  • manto terrestre
  • planeta terra